Saturday, March 20, 2010

Jaime Brasil por Alexandre Cabral

Para impor o nome de Jaime Brasil como o de um escritor de boa estirpe, bastava o prefácio que escreveu para no seu belo ensaio sobre Zola ou a biografia balzaquiana que acompanha o 1.º volume da edição portuguesa da Comédia Humana, porque, com efeito, em ambos se patenteia a agudeza de juízo, a solidez de conhecimentos e, sobretudo, a ampla perspectiva de pensamento que são os pergaminhos do genuíno Homem de Letras.
«Homenagem a Jaime Brasil», Guia do Leitor, n.º 2, [coordenação de José da Cruz Santos] Lisboa, Portugália Editora, s.d.

6 comments:

LMR said...

Olá,

Onde é que consultou o "Guia do Leitor"? Já o procurei na base de dados da BNP e não o encontrei.

Ricardo António Alves said...

Boa noite.
Tenho o Guia.

LMR said...

Olá,

Obrigado pela resposta.

Pensei que o tivesse consultado numa biblioteca. Não encontro uma colecção em nenhuma biblioteca.

Cumprimentos,
Luís Rosa

Ricardo António Alves said...

Já experimentou contactar o José da Cruz Santos, da Modo de Ler? Ele foi o coordenador editorial da Portugália e deverá ter uma colecção.

Cumprimentos

LMR said...

Olá,

Obrigado pela sugestão. Vou experimentar isso.

Ricardo António Alves said...

Disponha

RAA